Megawatt

Notícias A- A+

2 de dez. de 2021 Redução de custo por manutenção de disjuntor

Equipes da Regional de Manutenção da CGT Eletrosul, no Paraná, juntamente com o Setor de Engenharia de Manutenção de Equipamentos, desenvolveram a aplicação da metodologia Lean & Six Sigma visando otimizar os processos de manutenção. O novo procedimento aprimora o trabalho de substituição de disjuntores, minimizando custos operacionais por meio da identificação e eliminação de desperdícios de energia e tempo durante as operações.

Como ponto de destaque, a aplicação do processo remodelado acarretou redução de tempo de desligamento na ordem de 2/3, que pode ser ainda maior se comparada com campanhas não otimizadas. Com isso, comparativamente, em relação às penalidades por indisponibilidade programada, a redução média de custo da intervenção com novo processo é superior a R$ 30 mil por disjuntor de 525 kV. Adicionalmente, há relevante benefício ao Sistema de Transmissão da CGT Eletrosul, com maior disponibilidade.

A metodologia foi aplicada com apoio de ferramentas como Kaizen de Processo, Diagrama de Pareto e curva ABC. A ação possibilitou estratificar os desperdícios do processo, sendo identificado 56% no período noturno, 25% no horário de ponta e 10% de movimentação.

Os processos foram detalhados visando a criação de um mapa de fluxo utilizando a ferramenta A3, diante dos principais fatores de desperdício: Processos de Valor Agregado (substituição do equipamento, da desconexão física à reconexão) e Processos Sem Valor Agregado (manobra, isolação, aterramentos, pressurização, pré-montagens, teste de estanqueidade e desmontagem).

O programador do processo, Sérgio Roncato, do Centro Regional de Manutenção e Apoio à Operação da CGT Eletrosul, em Londrina (PR), esclarece que a eficiência de ciclo é duas vezes superior à melhor campanha convencional registrada na empresa. Há, ainda, espaços para melhoria, à medida em que outros desperdícios sejam eliminados.

 

Lean & Six Sigma

Disjuntores são ativos que demandam maior volume de recursos de manutenção, considerando rotinas preventivas, preditivas e corretivas. São equipamentos com número significativo de partes móveis, além de componentes suscetíveis ao envelhecimento natural e requisitos severos de operação, gerando elevada solicitação mecânica e elétrica.

As substituições de disjuntores, sem modelagem eficaz de processos, são suscetíveis a interpretações subjetivas das equipes executivas, gerando elevado desperdício, em especial de tempo. Quanto mais se aprimorar essa manutenção, menor será o custo operacional da intervenção e aplicação de PVI (Parcela Variável por Indisponibilidade). Apesar de, historicamente, a metodologia Lean & Six Sigma reduzir em média 30% o valor de operação, o ciclo de eficiência está em constante aprimoramento.

 

Redução de custo por manutenção de disjuntor é superior a R$ 30 mil (Foto: Sérgio Roncato)

voltar        topo da página

CGT Eletrosul
Rua Deputado Antônio Edu Vieira, 999 - Pantanal - Florianópolis - SC.
Telefone: (48) 3231-7000
  • Siga-nos pelo Facebook
  • Siga-nos pelo Twitter
  • Siga-nos pelo Youtube
  • Siga-nos pelo Instagram
  • Siga-nos pelo Youtube