Megawatt

Geração A- A+

Comprometida com o desenvolvimento socioeconômico de sua área de atuação e com a estratégia de expansão de fontes renováveis de geração, a Eletrobras prossegue investindo em projetos que reforçam o sistema energético do Brasil. O Parque Eólico Coxilha Negra, que está sendo implantado pela subsidiária Eletrobras CGT Eletrosul, no município de Sant’Ana do Livramento (RS), terá capacidade instalada de 302,4 MW – energia equivalente ao atendimento de 1,5 milhão de consumidores. O novo empreendimento contará com 72 aerogeradores, ocupando área total de 8.644 hectares, e integrará três conjuntos de usinas: Coxilha Negra 2, Coxilha Negra 3 e Coxilha Negra 4. O sistema de transmissão associado é composto por dois circuitos de linhas e duas novas subestações coletoras exclusivas, além da ampliação de uma unidade existente.

 

Com investimentos estimados em mais de R$ 2 bilhões, o projeto do Parque Eólico Coxilha Negra está alinhado com o Plano Estratégico das Empresas Eletrobras e o Plano de Negócios e Gestão da Eletrobras CGT Eletrosul. As obras foram iniciadas em agosto de 2022 e a operação está prevista para 2024. A energia gerada estará disponível no Sistema Interligado Nacional e será comercializada no Ambiente de Contratação Livre, também conhecido como Mercado Livre de Energia.


EMPREGOS

Estima-se a criação de 1.300 empregos diretos e indiretos, movimentando de forma significativa a economia local. As contratações de profissionais são conduzidas por empresas terceirizadas responsáveis pela execução das obras de construção dos acessos, fundações dos aerogeradores, implantação de redes de média tensão, linhas de transmissão e subestações.

O cadastro do currículo deve ser realizado presencialmente em qualquer unidade do Sistema Nacional de Emprego (Sine). Entretanto, no momento do cadastro, deverá ser informado o interesse em vagas de trabalho nas obras do Parque Eólico Coxilha Negra. Informações adicionais podem ser obtidas no Sine de Sant'Ana do Livramento: (55) 3242-4186

INVESTIMENTO

O novo empreendimento de geração eólica da Eletrobras CGT Eletrosul contará com recursos que totalizam mais de R$ 2 bilhões.

AEROGERADORES

O contrato entre a Eletrobras  CGT Eletrosul e a empresa WEG prevê o fornecimento de 72 aerogeradores de 4,2 MW, fabricados no Brasil. Cada unidade possui 125 metros de altura e rotor de 147 metros de diâmetro, pesando mais de 1.300 toneladas. A parceria inclui os serviços de logística, montagem e comissionamento, além de operação e manutenção dos aerogeradores do Parque Eólico Coxilha Negra.

OPERAÇÃO

O início da operação do Parque Eólico Coxilha Negra está previsto para ocorrer em 2024.

 


SISTEMA DE TRANSMISSÃO

Para interligar os aerogeradores e escoar a energia gerada, foi construído um sistema de transmissão de uso exclusivo do empreendimento. A infraestrutura é composta por duas linhas de transmissão que interligam duas novas subestações a uma terceira que será ampliada.

 

Linhas de Transmissão:

      LT Coxilha Negra 2 – Livramento 3 (230 kV)

      LT Coxilha Negra 2 – Coxilha Negra 3 (230 kV)

 

Rede Subterrânea:

      Trifásica de Média Tensão (34,5 kV) | 222 km

 

Novas Subestações:

      Subestação Coxilha Negra 2 (280 MVA) 34,5/230 kV

      Subestação Coxilha Negra 3 (140 MVA) 34,5/230 kV

 

Ampliação:

      Subestação Livramento 3 | Sant’Ana Transmissora

 


GESTÃO AMBIENTAL

O projeto do Parque Eólico Coxilha Negra conta com as licenças ambientais, emitidas pelo Ibama. Em consonância com a construção do empreendimento, está prevista a implementação de diversos programas com ações de responsabilidade ambiental e social. O amplo Plano de Gestão Ambiental prevê diversas iniciativas durante todas as fases da obra, visando garantir os cuidados com o ecossistema, estimulando atividades voltadas à preservação e monitoramento do bioma, mitigação de impactos e educação ambiental para as comunidades locais. Para a viabilização do projeto, foram construídos aproximadamente 100 km de novos acessos, além da revitalização de outros 56 km de estradas.

Para cumprir as exigências do Ibama, relacionadas ao licenciamento ambiental, foram atendidas todas as condicionantes da licença de instalação, bem como executados 25 programas ambientais que totalizam investimento de aproximadamente R$ 9 milhões. Dois projetos sociais de destaque na área de influência são o poço artesiano na Vila Thomaz Albornoz, que garante água de qualidade para 120 habitantes da comunidade e a nova escola que está sendo construída no distrito do Espinilho, na região onde está inserido o Parque Eólico Coxilha Negra.

EDUCAÇÃO AMBIENTAL E COMUNICAÇÃO SOCIAL

PECN - Folder Informativo Energia Eólica

PECN - Folder Informativo Capim-Annoni


EVOLUÇÃO DAS OBRAS:


EXPANSÃO DA GERAÇÃO EÓLICA

Desde 2011, a  Eletrobras  CGT Eletrosul opera o Complexo Eólico Cerro Chato, composto por seis parques, com 69 aerogeradores em plena operação e 138 MW de potência instalada, na região de Sant’Ana do Livramento. A partir de 2022, a empresa promoveu a continuidade de sua política de investimentos sustentáveis e amplia a geração eólica, por meio da construção do Parque Coxilha Negra, que está sendo instalado em áreas limítrofes às unidades existentes. Com a implantação, a Eletrobras  CGT Eletrosul alcançará a marca de 440 MW de geração a partir da força dos ventos – energia equivalente ao consumo de uma cidade com cerca de 2,3 milhões de habitantes.

     Empreendimentos Eólicos da Eletrobras CGT Eletrosul


voltar        topo da página

CGT Eletrosul
Rua Deputado Antônio Edu Vieira, 999 - Pantanal - Florianópolis - SC.
Telefone: (48) 3231-7000
| Declaração de Privacidade|Termo de Uso|Política de Cookies |
  • Siga-nos pelo Facebook
  • Siga-nos pelo Twitter
  • Siga-nos pelo Youtube
  • Siga-nos pelo Instagram
  • Siga-nos pelo Youtube